parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  21 março a 1 abril

A nossa proposta

Marrocos, o país dos cheiros e das cores. Banhado pelo Oceano Atlântico e pelo Mar Mediterrâneo, é um país soberano, repleto de montanhas vertiginosas, medinas coloridas, mercados infindáveis e acima de tudo grandes extensões de deserto. A casa dos tapetes, dos tagines saborosos e também do chá de menta. Pró em despertar sentidos, Marrocos é o destino ideal para todos que amam fotografar.


Spots fotográficos

. Marraquexe, medina e Jardins Majorelle 

. Erg-Chebbi - deserto

. Fez e medina

. Casablanca e Mesquita Hassan II

. Chefchaouen e medina

 

Técnica Fotográfica

Fotografia de natureza (fauna, flora), paisagem urbana, fotografia de rua e paisagem natural.

 

Material Fotográfico

Tratando-se de uma experiência fotográfica num dos países mais bonitos de África, um simples telemóvel é uma boa opção, mas claro que câmaras reflex são sempre bem-vindas. 

Baterias ou Power Bank adicionais são outro elemento a ter em conta.

 

Destinatários

Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes, preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e que se interessem natureza e pelo enriquecimento cultural.

 

faixa_programa2020.png

 

Do 1º ao 12º Dia

A nossa primeira paragem vai ser a antiga cidade Imperial de Marrocos, Marraquexe. Começamos a expedição com um passeio pela mais famosa praça do país, Jema-El-Fna, entre vendedores de tapetes a encantadores de serpentes, vamos saborear um famoso Tagine, enquanto se observa e fotografa a praça caótica de Marraquexe. 

 

No meio de jasmins, bananeiras, catos e até mesmo yuccas mora a ‘’Casa dos Ilustres’’.

O famoso Jardim Majorelle, atualmente pertencente à fundação do Designer de Moda Yves Saint Laurent é o lar de mais de três mil espécies botânicas e também uma das maiores atrações do País. O lugar ideal para alguém se perder com a câmara fotográfica.

Voltando à Praça Jema-El_Fna, vamo-nos aventurar pelo infindável labirinto que é a Medina de Marraquexe. Aqui não temos opção, sim vamo-nos perder, no entanto são tantos os comerciantes do Souk de Marraquexe que facilmente nos vão dizer o caminho de volta.

Aproveitando sempre a deixa, para negociarem connosco o preço dos seus candeeiros, cerâmicas ou jóias. 

 

O Mundo conhece Marrocos também pelo óleo de Argão ou o ‘’Óleo dos milagres’’, no entanto a dificuldade é, encontrar um lugar certificado e de qualidade garantida, mas nós sabemos o segredo, portanto vamos parar na mais famosa farmácia de Óleo de Argão Marroquino.  

Situado no bairro Judeu está o Bahia Palace, o lugar ideal para se fotografar a imensidão de pátios coloridos e corredores sem fim e finalizamos o dia com um passeio pelo Jardim Secreto. Abandonado na década de 30 e restaurado em 2008, o resultado é um jardim que contém uma livraria, um café e um terraço com vistas para a cidade. 

 

Já no caminho até ao Deserto, vamos parar nas famosas montanhas no Atlas Marroquino. Na província de Ouarzazate vamos visitar o famoso Ait Bem Haddou, uma pequena cidade fortificada que acolhe 8 famílias. Atualmente é Património Mundial da UNESCO, e não estranhe se reconhecer este lugar de algum lado, afinal foi o cenário da série Game Of Thrones por várias temporadas. Um ótimo lugar para se fotografar a pouca variedade de cor e a imensa de tons pastel, já que esta pequena cidade é completamente beije

 

Continuando a caminho do deserto de Erg Chebbi, vamos passar por várias paisagens de cortar a respiração, mas fazemos uma paragem na famosa Garganta do Todra.

 

Já instalados e sentados nas dunas do deserto, vamos fotografar a magia que acontece entre as dunas e a luz do amanhecer. As cores das dunas são únicas nos seus tons alaranjados e nas suas formas definidas. 

Este dia será mais relaxante e calmo com a visita à cidade de Merzouga ou mesmo para um mergulho na piscina nas portas do deserto.

Ao entardecer não iremos perder mais um momento fotográfico, o pôr-do-sol no deserto. 

 

É hora de seguir viagem até a próxima cidade, Fez.

A Medina de Fez é um império de sentidos, repleta de cheiros, sons, sabores e cores que dão vontade de tocar. Candeeiros, tapetes, pratas, sumos naturais, serpentes e música são algumas das coisas que vamos fotografar enquanto nos perdemos pelas ruas de Talaa Kebira e Talaa Seghira. 

A Madraça Attarine foi a principal escola Corânica de Fez, as crianças estudavam o Alcorão e dormiam aqui, tinham apenas 30 quartos disponíveis. Atualmente a Madraça não é mais uma escola e sim um monumento muito importante, e nós vamos fotografar as 3456 cores que a compõem.  Uma fotografia imperdível é a famosa Porta Azul, construída em 1913, é a entrada para a Medina de Fez. Já em Derb Chouwara vamos observar e fotografar os imensos tanques de tratamentos de couro, rodeado de um cheiro familiar, é a imagem de muitos postais Marroquinos. 

O Palácio de Fez e as suas portas de bronze vão ser uma paragem obrigatória, não é possível visitar o interior do palácio, mas continua a ser um dos pontos mais importantes da nossa viagem.

 

Seguimos viagem até Chefchaouen, a cidade/aldeia azul, pequena e rodeada de montanhas é a pérola de Marrocos. A Medina de Chefchaouen contém mercados, restaurantes, e muitos lugares para beber chá de menta, toda pintada de azul é um cenário digno de milhões de fotografias. A praça de Uta-Hammam e o Kasbah também vão fazer parte do roteiro.

 

Com o pé na estrada, seguimos viagem em direção a nossa última paragem, Casablanca.

Casablanca é a capital económica de Marrocos, com mercados, restaurantes e piscinas privadas é uma cidade cosmopolita. Vamos fotografar a medina de Casablanca e passear pelos mercados.

 

Visita à impressionante Mesquita Hassan II, pela arquitetura e pelo significado. 

Voo de Casablanca para Portugal.

 


© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada