parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  13 a 19 Abril

A nossa proposta

 

A bela ilha da Sicília é um dos pilares da cultura mediterrânica e um dos destinos mais fascinantes da Europa.

O mar e as montanhas fazem parte da paisagem dramática da Sicília. Esta mistura das vilas italianas, mar, vulcão e paisagens de montanha torna um cenário deslumbrante para esta expedição fotográfica.

 

Entre inúmeros encantos da ilha, está sempre presente o cheiro dos limoeiros, a pureza da luz do amanhecer em paredes de terracota, o colorido dos mercados de Palermo, o drama do vulção Etna em erupção contra um céu, a história que se esconde sempre ao virar da próxima esquina nas várias vilas e cidades, os sabores exóticos de comida da Sicília e da bondade de seu povo.

 

Spots fotográficos

. Palermo

. Catânia

. Expedição ao Vulcão Etna

. Vale dos Templos e Templo da Concordia, em Agrigento

. Parque Arquiológico de Neapolis e Teatro Greco, em Syracuse

. Vila Taorminia

. Rota do sal

 

Técnica Fotográfica abordada

Paisagem natural e Paisagem urbana

 

Material fotográfico aconselhado

 

Tratandose de uma experiência fotográfica, até um simples telemóvel poderá ser utilizado para registar as suas imagens. De qualquer modo, recomendase a utilização de uma câmara reflex, objectiva grande angular e teleobjectiva. Como material opcional, considere ainda a utilização de um tripé, cabo disparador e filtros de densidade neutra.

 

Destinatários

Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes, preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e que se interessem por Natureza e enriquecimento cultural.


faixa_programa.jpg


Do 1º ao 8º dia:

Voo até Palermo


A Sicília um dos lugares mais fascinate e bonitos do mundo. Entre inúmeros encantos da ilha, está sempre presente o cheiro dos limoeiros, a pureza da luz do amanhecer em paredes de terracota, o colorido dos mercados de Palermo, o drama do vulção Etna em erupção contra um céu, a história que se esconde sempre ao virar da próxima esquina nas várias vilas e cidades, os sabores exóticos de comida da Sicília e da bondade de seu povo.

 

A cozinha antiga da Sicília continua a contar com alguns ingredientes-chave: mariscos e frutas cítricas, atum e peixe-espada, pistachos, avelãs e amêndoas, ricota e ervas selvagens. As tradições com a terra, aqui são profundas.

 

Sedutoramente bela e perfeitamente localizado no coração do Mediterrâneo, a Sicília foi atraindo os transeuntes desde a época de lendas. A terra de Scylla, Caríbdis e Cyclops tem sido elogiado pelos poetas de Homer para Virgílio e valorizada por muitas culturas antigas - fenícios, cartagineses, romanos e gregos - cujos ossos estão aqui enterrados. Seja na perfeição clássica do templo de Concordia de Agrigento, os escombros monumental de colunas de Selinunte ou a graça rara de uma estátua sátiro dançando resgatado do profundezas das águas de Mazara del Vallo, lembretes de civilizações passadas estão em toda parte.

 

Como se a sua herança clássica não eram formidáveis ​​o suficiente, Sicília está a rebentar pelas costuras com jóias artísticas e arquitectónicas posteriores. Em uma curta caminhada em torno de Palermo podemos fotografar cúpulas árabes e arcos, mosaicos bizantinos, estuque barroco e paredes do palácio Norman. Estas riquezas artísticas permanece uma das atrações fotográficas mais distintivas da ilha.

 

Vale dos Templos e Templo da Concordia, em Agrigento

 

Um dos templos gregos antigos mais bem preservados, o Tempio della Concordia, tem sobrevivido quase inteiramente intacto, uma vez que foi construído em 430 AC. Foi convertido em uma basílica cristã no século 6 e a estrutura principal reforçada, dando-lhe uma melhor chance de sobreviver terremotos. Em 1748 o templo foi restaurado à sua forma original e recebeu o nome é agora conhecido.

 

Parque Arquiológico de Neapolis e Teatro Greco, em Syracuse

 

O destaque da área arqueológica da Neapolis é o Teatro Greco, escavado na encosta rochosa branca e brilhante. Uma obra-prima da arquitetura clássica, este anfiteatro poderia acomodar 16.000 pessoas e encenado as obras de Sófocles, Eurípides e as últimas tragédias de Ésquilo, incluindo Os persas, Prometeu Acorrentado, que foram realizados pela primeira vez aqui em sua presença.

 

Catedral de Cefalù

 

Catedral de Cefalù é uma das jóias da coroa árabe da Sicília.  A figura imponente de Cristo Todo-Poderoso é o ponto focal dos mosaicos bizantinos, mais antigos e melhor conservados.

Na sua mão, um Cristo olhando compassivo uma Bíblia aberta tendo uma inscrição em latim e grego de João 8:12: "Eu sou a luz do mundo; Quem me segue não andará em trevas ". Outros grupos de mosaico incluem a Virgem com quatro arcanjos vestidos como oficiais bizantinos.

Lenda diz-nos que a catedral foi construída no século XII para cumprir uma promessa a Deus depois da sua frota ser salva durante uma violenta tempestade.

 

A Acrópole, em Selinunte


No seguimento da rota do sal, entre a costa de Trapani e Marsala, iremos fotografar a Acrópole, o centro da vida política e social da Selinunte, onde se encontra o maior Parque Arquiológico do Mediterrêneo e nomeadamente a Acrópole.

 

Vila Taorminia

 

Bela cidade litoral com fantásticas praias, comida e locais históricos. Uma boa base para explorar o Monte Etna e fotografar durante a noite.

 

Expedição ao Vulcão Etna

 

Dominando a paisagem no leste da Sicília, Monte Etna, com 3350m de alitude, é o maior vulcão ativo da Europa e um dos mais ativos do mundo. As pessoas já não estão autorizados a subir até as crateras, mas iremos fazer uma expedição (facultativa e não incluída), com uma empresa especializada para podermos fotografar um dos fenómenos mais impressionate que se pode registar, um vulção activo. De inverno há a vantagem de a montanha estar vestida de branco o que dará certamente fotografias fantásticas.

A erupção mais devastadora do vulcão ocorreu em 1669 e durou 122 dias. Uma enorme rio de lava derramada para baixo sua inclinação do sul, engolindo uma boa parte de Catania e alterar dramaticamente a paisagem.

Desde 1987 o vulcão e as suas encostas ter sido parte de um parque nacional, o Parco dell'Etna, um território que engloba um ambiente natural fascinante variada, desde a cúpula grave, quase surreal para os desertos de lava e alpinas florestas.

 

8º dia:
Voo para Portugal.


 



© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada