parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  13 a 27 novembro

A nossa proposta

Dois países, dois paraísos para a fotografia de retratos, ricos em costumes e exóticos na sua forma de praticá-lo, a experiência cultural será ampla e diversa. Ao longo dos dias de viagem, irás estabelecer uma conexão próxima com uma fotógrafa profissional e estarás à vontade para colocar as questões que precisas para dar um passo à frente no teu nível de fotografia. Irás recolher elementos tais como formas de abordar um tema, novas perspectivas de composição de uma imagem, além de formas criativas de utilizar a técnica para a criação de imagens fora do vulgar.

 

Spots Fotográficos

. Fortaleza de Mehrangarh

. Feira dos camelos

. Lago sagrado de Pushkar

. Procissão de Sadhus

. Estupa de Boudhanath

. Complexo de templos Pashupatinath e os rituais Hindus de cremação

. Cidade velha de Bhaktapur, Património Mundial da Unesco

. Complexo de templos Patan

. Mercado de Katmandu


Técnica Fotográfica

Poderá escolher uma ou todas entre:

Fotografia documental, retratos, fotografia de rua, fotografia com movimento.

 

Material Fotográfico

O que é essencial é que se tenha gosto e sensibilidade para a fotografia. Poderá experimentar e praticar várias sugestões de composição de imagem com um simples telemóvel. Algumas técnicas mais específicas podem ser praticadas com câmaras compactas. Recomendase, no entanto, para técnicas mais específicas, a utilização de uma câmara reflex, objetiva grande angular e teleobjetiva. Para os que desejam (e possam) investir em retratos, recomenda-se uma das seguintes lentes: 35mm, 50mm, 85mm ou 135mm. Recomenda-se ainda, um sistema para backup de imagens (cloud, disco rígido ou cartões extra). Baterias extras são essenciais e tripé, dispensável. Um refletor será disponibilizado pela fotógrafa e estará à disposição dos participantes.

 

Destinatários

Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes, preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e que se interessem natureza e pelo enriquecimento cultural.

 

programa.jpg

 

Do 1º ao 15 dia:

Voo Portugal – Deli

 

ÍNDIA


Deli

No Chandni  Chowk, vamos visitar o Gadodia Market e as suas lojas de especiarias. Vamos nos deixar perder pelas ruas do mercado. Vamos observar e fotografar a vida e o movimento dos comerciantes locais. Vamos nos desafiar a encontrar beleza no caos do movimento do mercado, num estilo de fotografia que pode ser um excelente exercício de composição.  Na Old Delhi, vamos também visitar o Red Fort, uma fortaleza considerada Património Mundial da Unesco, utilizada pelo imperador para o exercício das suas funções.


Jodhpur

Vamos caminhar desde o nosso alojamento até a fortaleza Mehrangarh. Pelo caminho, vamos notar que o indiano é bastante receptivo e aberto à fotografia, o que torna mais tranquila a abordagem das pessoas locais para o exercício da fotografia de retratos. Na fortaleza, o ponto mais alto da cidade, vamos compreender o porquê da localidade ser chamada de Cidade Azul, local onde certamente vamos nos lembrar de utilizar o modo panorâmico das nossas câmaras.

 

À partir da torre do relógio, um marco popular da parte velha da cidade, vamos caminhar no sentido do mercado de Sardar e o nosso desafio será procurar a melhor abordagem para a fotografia de rua.  Os becos estreitos levam aos bazares de venda de vegetais, especiarias, doces indianos, têxteis, prata e artesanato. Um lugar cheio de vida e atividades. Um ambiente rico de oportunidades que vamos aproveitar para estudar composição de imagem. 

 

Pushkar

Durante vários dias, os comerciantes de camelos, com as suas túnicas claras e turbantes coloridos,  são vistos a bebericar chá, acocorados à volta de uma fogueira ou a tratar dos seus animais. Vamos chegar no início da feira, momento em que temos mais liberdade de movimento e melhores oportunidades para fotografar cenas com aspecto rural e expressões espontâneas, sem a interferência excessiva dos muitos visitantes (sobretudo locais) que começam a chegar para apreciar a feira. 

 

Mas este evento, é muito mais do que uma feira. A segunda parte do festival tem um cariz religioso. É uma oportunidade para apreciar as cores suaves do lago de Pushkar, no início da manhã, e observar os rituais de purificação das centenas de peregrinos que vêm, de todos os lados do país, para tomar um banho nas águas deste lago, consideradas sagradas.

 

Serão dias intensos e com vários desafios fotográficos. Nos intervalos da feira de camelos, vamos nos deixar perder pelas ruas da pequena vila indiana e absorver a espontaneidade da vida cotidiana. São cenários ricos para a fotografia de rua. Esperamos ver a procissão em que as ruas da cidade transformam-se num palco onde músicos, Sadhus, crianças e personagens exóticos desfilam a sua alegria e os seus costumes. Durante todo o período da feira, a pequena cidade enche-se de vida e, por esta razão, não faltam assuntos interesse para a fotografia.

 

NEPAL

 

Boudhanath

A enorme estupa de Boudhanath é um dos templos budistas mais sagrados do mundo. Reconhecida como Património Mundial da Unesco, a estupa ocupa o centro de uma praça circular, rodeada de casas habitadas por famílias locais e tibetanas e também de monastérios.  Logo ao nascer do sol, os monges budistas iniciam as suas orações, caminhando à volta da estupa no sentido dos ponteiros do relógio (tradição budista). Ao longo do dia, outros fiéis marcam a sua presença. Vamos observar e fotografar os inúmeros gestos e rituais executados pelos fiéis, como uma manifestação de fé. Por esta razão, a estupa está sempre ativa e com um fluxo constante de pessoas, tornando o local dos mais estimulantes para a fotografia documental.


Pashupatinath

Pashupatinath é um dos templos mais importantes da Asia para os devotos de Shiva. É, na verdade, um complexo de templos à volta do rio Bagmati, considerado sagrado pelos Hindus. O complexo faz parte do Património Cultural da Unesco. 

A visita pode ser uma experiência cultural intensa para alguns pois, observar os rituais de cremação à volta do rio, é inegavelmente fascinante. Num mesmo local, vemos pessoas a cantar canções sobre a vida, enquanto outras preparam rituais cerimoniais para despedir de seus entes queridos, de acordo com sua fé, budista ou hindu.

Ao final do dia, vamos ver e fotografar um ritual Aarti, onde músicas, luzes, canto e dança interagem numa prece à Shiva e que, aos olhos ocidentais (e do fotógrafo), compõem-se num espectáculo visual no qual temos vontade de absorver e capturar cada detalhe.

 

Baktapur

Bhaktapur é visita obrigatória se quisermos imergir no Nepal do velhos tempos. Terra de gente simpática (Newari), a velha cidade vai, aos poucos, reerguendo as ruínas e apagando o rasto de destruição causado pelo terramoto de 2015.

Num local onde a cor ocre é a cor predominante, a fotografia de arquitetura torna-se um desafio e um estímulo. Neste ambiente, exótico do ponto de vista ocidental, adicionado à vida cotidiana local que, mesmo nas partes mais centrais da vila, mantém um toque rural nos costumes e no estilo de vida, a fotografia de retrato será também um dos nossos desafios.

Nas nossas deambulações pela vila vamos, provavelmente, encontrar recantos ainda destruídos que nos faz sentir como que um dia após o tremor de terra.  Com um pouco de sorte, vamos ver e fotografar os artesãos dos potes de barro, com as suas fileiras de potes a secar ao ar livre.

 

Patan

Patan é composto por dezenas de templos budistas e hindus e é uma das 3 cidades reais do vale. As outras são Katmandu e Bhaktapur.  Um local cheio de vida, onde os mais velhos deixam-se estar sem pressa, jogam ou compartilham memórias uns com os outros. As personagens exóticas, capturadas neste contexto pictoresco, resulta numa fotografia interessante e fora do vulgar.

 

16º dia:

Voo de Katmandu para Portugal

 

programa_indianepal1.jpg

 

programa_indianepal2.jpg

 

programa_indianepal3.jpg

 

programa_indianepal4.jpg

 

programa_indianepal5.jpg

 

programa_indianepal6.jpg

 

programa_indianepal7.jpg

 

programa_indianepal8.jpg

 

programa_indianepal9.jpg

 

programa_indianepal10.jpg

 

programa_indianepal11.jpg

 

programa_indianepal12.jpg

 

programa_indianepal13.jpg

 

programa_indianepal14.jpg

 

programa_indianepal15.jpg


© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada