parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009 | +351.916 222 029





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  18 a 22 maio - últimos lugares!

A nossa proposta

Uma das mais fotogénicas zonas de Itália, a Toscânia encerra em si um misto ímpar de património histórico-cultural e paisagístico. Sendo um dos berços do Renascimento, sobressai a beleza e imponência de Florença, “a Magnífica”, como foi descrita nessa época, a par do melhor que se construiu do gótico medieval, em cidades que, arquitetonicamente, se cristalizaram nessa época como é o caso de Siena, San Gimignamo, Monteriggioni ou a Piazza dei Miracoli de Pisa. A par de tudo isto, o soberbo pano de fundo da paisagem toscana, que há séculos atrai pintores e, mais recentemente, fotógrafos. Falamos sobretudo do Vale D’Orcia, com as suas colinas de curvas suaves, coroadas muitas vezes por aldeias históricas como Montalcino (famosa pelo seu vinho), San Quirico D’Orcia ou Pienza (umas das primeiras cidades projectadas de Itália) cujo deslumbramento se perpetua numa eterna rivalidade com a zona do Chianti, a referencia pela sua paisagem e produção dos melhores vinhos italianos. Património, natureza e gastronomia únicos, que nos dará um paladar inesquecível do prazer de comer com os olhos e com o estômago.

 

Spots fotográficos

. Florença

. Siena

. Pisa

. San Gimignano

. Monteriggioni

. Vale D’Orcia

. Chianti

 

Técnica Fotográfica

Poderá escolher uma ou todas entre:

Fotografia de natureza (fauna, flora), paisagem urbana, fotografia de rua, paisagem natural e retrato.

 

Material Fotográfico

Tratandose de uma experiência fotográfica, até um simples telemóvel poderá ser utilizado para registar as suas imagens. Recomendase a utilização de uma câmara reflex, objetiva grande angular e teleobjetiva. Baterias adicionais são outro elemento a ter em conta. O tripé é sempre opcional.

 

Destinatários

Esta experiência fotográfica destina-se a todos que gostam de fazer fotografia e viajar. O conhecimento fotográfico e o tipo de câmara que utiliza não são importantes, preferimos valorizar o olhar de cada um sobre o destino e que se interessem natureza e pelo enriquecimento cultural.


programa.jpg


Do 1º ao 5º dia:

Voo Lisboa – Bolonha/Florença

Passagem pelo centro histórico de Florença.


Uma das cidades berço do Renascimento, Florença atrai não só pela riqueza do seu património histórico como pelo ambiente que aí se vive. Iniciaremos o percurso junto do Palácio Médici Riccardi, o antigo centro do poder da mais poderosa família que governou a cidade. A partir daqui, seguimos até ao duomo (catedral) de Santa Maria dei Fiori, uma das obras primas do gótico italiano, subindo de seguida ao topo da sua famosa cúpula desenhada por Bruneleschi na renascença italiana, passando junto ao enorme fresco de Vasari da Última Ceia que cobre todo o seu interior. Daí, a vista sobre a cidade é soberba. Após ver o Batistério de São João e o Campanário de Giotto, seguimos pela majestosa via dei Calzaiuoli, a principal artéria do centro da cidade. A meio, um desvio para ver, passear e fotografar a Praça da República e alguns dos seus cafés históricos, como o Café Gilli, de 1733. Continuando a rua, mais à frente tenta-se a sorte na Fontana del Porcelino até chegar à Piazza dela Signoria. Aqui se situava o centro da vida política em Florença desde o século XIV, com o proeminente Palazzo Vecchio, com vista para a praça. Foi palco de grandes conquistas, como o retorno dos Médici em 1530, bem como a Fogueira das Vaidades instigado por Savonarola, onde foi, pouco depois, queimado na fogueira em 1498, denunciado pela Inquisição como herege. Foi também aqui que ficaram na nossa memória alguma cenas do filme “Hanibal 2”. Entra-se aqui na Via Vasariana, mais conhecida como Piazzale degli Uffizi, com o famoso Museu degli Uffizi a ocupar os edifícios de ambos os lados de uma rua ocupada por artistas que , a preço combinado, nos fazem o retrato. Chegamos às margens do rio Arno, entrando numa das mais famosas pontes do mundo, a Ponte Vecchio, recheada com lojas de ourivesaria de ambos os lados. Nesta margem do rio, sobressai a exuberância do Palácio Pitti. Um percurso daqui até ao Piazzale Michelangelo valerá a pena para contemplar a cidade ao fim da tarde, naquela que é uma das suas imagens de marca.

 

Partida de Florença, passagem por San Gimignano, uma das mais belas vilas históricas italianas. As suas catorze torres medievais fazem deste lugar uma das referências da arquitectura desta época. Continuando o percurso, passamos junto a Monteriggioni, aldeia da Idade Média descrita na Divina Comédia de Dante, até chegarmos finalmente a Siena. Estamos numa das mais bem preservadas cidades medievais da Europa, com a sua cor tijolo monocromática espalhada por todo o centro urbano. É imprescindível parar e sentar um pouco a contemplar a Piazza del Campo, de frente para o Palazzo Pubblico, a partir de onde se tem uma vista única sobre a cidade. Ali mesmo se encontra a Fonte Gaia, aquela que ainda é a mais emblemática. Junto, passam duas ruas que são um museu a céu aberto, a via Banchi di Sopra e a via di Città, sem deixar de parte a entrada na Nannini, uma das mais conceituadas pastelarias da Toscânia. Seguindo este percurso, chegaremos até ao Duomo (catedral) da cidade, uma das obras primas do gótico italiano. Em frente, o Hospital de Santa Maria della Scala, um dos mais antigos do mundo. Mas o melhor de Siena são as ruas e ruelas medievais, com arcadas e entre paredes seculares, a par de janelas clássicas que farão o requinte do olhar fotográfico. Seguimos para a Igreja de São Agostinho, a partir de onde se desce pela via Duprè até passar pelo mercado e seguir até à Basílica de Santa Maria dei Servi, a partir de onde se tem uma bela panorâmica da cidade. Regresso pela via Roma, via Pantaneto e via Banchi di Sotto até chegar à Piazza Tolomei e, mais à frente, à Piazza Salimeni, junto ao palácio que lhe dá o nome, um dos mais majestosos da cidade. Será inesquecível fotografar o pôr-do-sol a partir da Fortetezza Medicea (fortaleza dos Médici).  Será uma experiência duplamente deliciosa saborear um gelado artesanal italiano sentado na Piazza del Campo à noite, contemplando toda aquela envolvência da arquitectura medieval e renascentista.

 

Um passeio pelo VALE D’ORCIA, uma das mais belas paisagens naturais de Itália. Saída de Siena rumo a Montalcino, passando por Buonconvento. Daí, segue-se San Quirico d’Orcia. Em toda esta zona, mais do que as aldeias e vilas históricas, sobressai a beleza natural dos campos. Bem perto daqui encontraremos depois Pienza, uma das primeiras cidades projectadas de Itália, seguindo-se posteriormente para Montepulciano. Ao fim da tarde, regresso a Siena.

 

Partida de Siena para se iniciar uma jornada na mais famosa zona vinícola italiana, o Chianti, até chegar a  Florença. Momento para as últimas fotos nesta que é uma das mais belas cidades de Itália.

 

Partida de Pisa para Portugal


© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada