parceiros:







info@fotoadrenalina.com | +351.916 222 009





programa
condições e custos
reserva
imprimir
  22 junho a 1 julho

A nossa proposta

Esta é uma viagem que vai percorrer esta ilha de Norte a Sul e de Este a Oeste. É a altura das noites brancas, onde será sempre dia e onde haverá sempre  luz para fotografar.  

Vamos ver cascatas impressionantes, o maior glaciar da Europa, as praias de areia preta decoradas com icebergues, vamos poder ir de barco ver baleias e papagaios do mar.

Mas a viagem não termina aqui, nestes 10 dias vamos passar por paisagens verdejantes, mas também por paisagens vulcânicas e de lava preta. Vamos subir a uma cratera, vamos circular em pseudo-crateras, vamos passar por lagos ao pôr-do-sol e vamos ver o nascer do dia antes de dormir. 


Spots fotográficos

. Cidade de Reykjavik

. Géiser

. Cascata de Gullfoss

. Placas Tectónicas

. Cascata de Seljalandsfoss

. Praias de areia preta

. O maior glaciar da Europa - Vatnajokull

. A maior cascata da Europa Dettifoss

. Paisagens vulcânicas de Krafla

. As baleias

. Blue Lagoon - Um dos melhores spa's do mundo


faixa_programa.jpg


1º ao 10º dia:

Portugal / Islândia (REYKJAVIK)


Spots fotográficos:

Géiser

Cataratas de Gullfoss

Placas Tectónicas


Começamos a nossa viagem pelo chamado Golden Circle. Fotografar a explosão de um géiser é algo fascinante. Todas as pessoas se reúnem para "sacar" a melhor foto, e mais ou menos de 10 em 10 minutos podemos ver e fotografar este fenómeno geológico que impressiona, mesmo o mais distraído.


Passamos a outro cenário, também com água, mas completamente diferente – a Gullfoss.
A força da água a correr pelo imenso caudal torna esta cascata num potencial fotográfico. Haverá vários pontos de vista para observar a força das águas que correm nesta cascata.

O dia não acaba sem passarmos por outra paisagem, que é encontro das placas tectónicas americana e euro-asiática. Esta paisagem está inserida no Parque Nacional de
Thingvellir e pelo seu imenso lago. Aqui se fizeram as primeiras assembleias e se decretou a independência da Dinamarca.  As formações rochosas ajudam a perceber a "fenda" que separa os dois Continentes.


Spots fotográficos:

Cascata de Seljalandsfoss

Praias de areia preta 


Deixamos a capital e partimos em direcção ao Maior Glaciar da Europa.
Vamo-nos fazer à estrada, mas não quer dizer que não haja paragens importantes para se fotografar.  A primeira paragem é a cascata de Seljalandsfoss.
Para além estar rodeada de pasto verdejante e ser impressionante pela sua queda de água, temos a possibilidade de caminhar por trás dela, o que nos dá uma perspectiva única de ver uma cascata desta dimensão.
Desta cascata passamos para outra, diferente, mas também impressionante pelos seus 80 metros de altura. Pela escadaria que sobe até ao cimo, podemos ter um ângulo de visão diferente desta interessante cascata.
Voltamos à estrada e vamos à procura das praias de areia preta, junto a Vik. Tudo aqui é diferente, a areia por ser preta e brilhante com a água do mar, as rochas esculpidas pelas ondas do mar e as várias formações rochosas que criam formas geométricas diferentes conforme o magma foi sendo solidificado.
A estrada faz-nos companhia durante mais uns quilómetros, mas não é monótona, pelo contrário, vamos encontrar variações de paisagens de pastos, de flores, de musgo e finalmente vamos chegar às "mangas" do glaciar.
Um glaciar é sempre um fenómeno da natureza deslumbrante e é para lá que nos dirigimos.

 

Spot fotográfico:
O maior glaciar da Europa - Vatnajokull


Estaremos em volta do maior Glaciar da Europa, o Vatnajokull.
A vida animal, marinha e as aves estão nos nossos temas fotográficos.
Toda a paisagem envolvente é fotogénica com sol ou com nuvens, por isso espera-se grandes momentos neste dia no maior Glaciar da Europa.

Iremos fazer uma expedição de lancha rápida no lago onde foi filmado uma das cenas do filme 007. Pelo meio dos iceberges vamos poder ver o glaciar, os iceberges e o lago de forma única. Com o aproximar da lancha ao glaciar podemos finalmente perceber a dimensão desta massa de gelo que ao longo dos anos tem vindo a regredir, mas não deixa de ser o maior glaciar da Europa.

As praias de areia preta também vão fazer parte do nosso dia, aqui desaguam grandes icebergues que decoram estas praias de forma única e sem dúvida surpreendente.

 

Spots fotográficos:

Road nº1 até Akureyri

Reserva de Puffins


De volta à estrada, seguimos pela estrada nº1 onde passamos por inúmeras vilas, planícies, montanhas, vales, vida animal e aves.
A fotografia de estrada é interessante porque podemos ver mais rapidamente as  mudanças de paisagens e de luz.
Faremos as paragens necessárias para fazer “aquela” fotografia especial e mais cuidada.
Saímos do Sul para ir para Norte, para a 2ª cidade mais importante da Islândia, 
até Akurery, mas não antes passar por uma reserva de Puffins, os famosos papagaios do mar, super fofinhos e hoje espécie protegida.


Spots fotográficos:

A maior cascata da Europa Dettifoss

Paisagens vulcânicas de Krafla

As Baleias

 

Estamos no norte da ilha e iremos fazer o chamado Diamant Circle, com paisagens imponentes, como a Detti Foss de 40m de altura e 100m de largura dentro de um canyon, o que a torna a maior cascata da Europa.
Pode-se fotografar imagens espectaculares, porque a força da água é impressionante.

No norte as paisagens vulcânicas de Krafla, em preto ou em tons amarelados são excelentes. Aqui temos de tudo, campos de lava preta onde podemos caminhar calmamente, a crateras com água azul


A experiência fotográfica de barco para ver as baleias, é dos spots fotográficos mais aguardados. Nesta altura do ano há praticamente 97,7% de garantia de serem avistadas (dados oficiais), desde a Blue Whale de cerca de 30m e 190 toneladas., à Humpback Whale, com cerca de metade do tamanho, mas com 35 toneladas.

 

Spot fotográfico:

Road nº1 até Reykjavik

Será o dia de fotografia de estrada, cheio de recantos para fotografar.
Vamos percorrer parte do Norte e Oeste da Islândia, com outro tipo de paisagens e cenários fotográficos. Paramos para fotografar um Forte Viking e para tomar um chocolate quente numa casa do século XVIII. Finalizamos o circuito total da ilha, ficando alojados perto de Reykjavik.


Dia 9:

Spots fotográficos:

Blue Lagoon - Um dos melhores spa's do mundo

Cidade de Reykjavik

 

Reykjavik é uma cidade totalmente de características nórdicas, sobretudo o centro. Casas coloridas, ruas com comércio e com imensas pessoas a passear nas ruas. Não deixamos de visitar a Harpa, a casa da música e a a mais famosa igreja Islandesa. 
A alguns kms de Reykjavik fica uma das melhores paisagens da Islândia.
A paisagem negra das pedras vulcânicas com o musgo verde a envolver a pedras, cria um cenário deslumbrante para a fotografia. Juntamos a isso lagos de água do mar, de um azul turquesa e sílica e temos as melhores fotografias.
Planos junto à água para criar profundidade e cores contrastantes, são uns de vários conselhos que se pode fazer com este spot fotográfico.
Claro, que passaremos por um banho neste SPA de águas quentes e sílica, para relaxar e recordar todos os momentos desta expedição fotográfica na Islândia.


Dia 10:
Islândia / Portugal

 


programa_islandia1.jpg


programa_islandia2.jpg


programa_islandia3.jpg


programa_islandia4.jpg


programa_islandia5.jpg


programa_islandia6.jpg


programa_islandia7.jpg


programa_islandia8.jpg


programa_islandia9.jpg


programa_islandia10.jpg


programa_islandia11.jpg


programa_islandia12.jpg



© 2009 Fotoadrenalina | optimizado para 1024 x 768 | Fotoadrenalina é uma marca registada